Citrus Research & Technology
https://citrusrt.ccsm.br/article/doi/10.4322/crt.ICC081
Citrus Research & Technology
Article

Influence of late nitrogen soil applications on mandarin fruit quality 

Influência da aplicação tardia de nitrogênio no solo na qualidade dos frutos de tangerinas 

Paul Jacobus Robbertse Cronje, Jeanine Joubert, Helen Marais, Eleanor Wilhelmina Hoffman & Lorenzo Zacarías

Downloads: 0
Views: 1221

Abstract

Nitrogen (N) application influences tree growth, yield, as well as appearance and internal quality of Citrus fruit. Adequate availability of N during flower initiation and fruit development is important to support optimal yield, however, over-application could negatively influence rind quality. The objective of this study was to determine the influence of N application during the later stages II and III of Nules Clementine and Nadorcott mandarin (Citrus reticulata Blanco) fruit development. Late N was soil-applied at 20 and 40 kg-1·ha at 140 and 170 days after full bloom (DAFB) as well as 1% urea at 180 DAFB on 10 trees per treatment in two orchards, in addition to 250-300 kg-1·ha N applied commercially. These cultivars are harvested in May and August, respectively, in South Africa, and are susceptible to postharvest rind disorders. Fruit from the N-treated trees were stored at -0.6°C or 4°C for 30 days to determine the impact of postharvest stress on the external and internal quality. For both cultivars, in all the orchards, no significant differences due to N-application, with respect to fruit coloration or rind disorders were recorded. The results suggest a possible advantage of later N application in mandarin cultivars, without negatively affecting external or internal fruit quality.
 

Keywords

rind condition, physiological disorder, mineral nutrition.

Resumo

A aplicação de nitrogênio (N) influencia o crescimento das plantas, o rendimento, bem como a aparência e a qualidade interna dos citros. A disponibilidade adequada de N durante o início da flor e o desenvolvimento do fruto é importante para suportar um rendimento ótimo, no entanto, a aplicação excessiva de N pode afetar negativamente a qualidade da casca. O objetivo foi determinar a influência da aplicação de N nos estágios posteriores II e III do desenvolvimento de frutas de clementina “Nules” e tangerina “Nadorcott” (Citrus reticulata Blanco). O N foi aplicado tardiamente em 20 e 40 kg ha-1 aos 140 e 170 dias após a floração total (DAFB), bem como 1% de ureia a 180 DAFB em 10 árvores por tratamento em dois pomares, além de 250-300 kg ha-1 de N aplicado comercialmente. Essas cultivares são colhidas em maio e agosto, respectivamente, na África do Sul, e são suscetíveis a distúrbios na casca na pós-colheita. Os frutos das árvores tratadas com N foram armazenados a -0,6 °C ou 4,0 °C durante 30 dias para determinar o impacto do estresse pós-colheita na qualidade externa e interna. Para ambas as cultivares, em todos os pomares, não foram registradas diferenças significativas devido à aplicação de N, em relação à coloração do fruto ou distúrbios da casca. Os resultados sugerem uma possível vantagem da aplicação posterior de N em cultivares de tangerina, sem afetar negativamente a qualidade da fruta externa ou interna.

Palavras-chave

distúrbios na casca, desordens fisiológicas, nutrição mineral
59e69c5b0e8825db0f9aaad6 citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections