Citrus Research & Technology
https://citrusrt.ccsm.br/article/doi/10.4322/crt.ICC050
Citrus Research & Technology
Article

Characterization of citrus farms production systems used in Rio Grande do Sul, Brazil

Caracterização do sistema de produção em propriedades citrícolas do Rio Grande do Sul 

Manuela Sulzbach, Roberto Pedroso de Oliveira, Paulo Dabdab Waquil, Eduardo Augusto Girardi, Mateus Pereira Gonzatto, Gerson Nestor Böettcher & Sergio Francisco Schwarz

Downloads: 2
Views: 1606

Abstract

Brazil is the second world largest citrus producer, and the State of Rio Grande do Sul (RS) is the sixth largest national producer, with about 505 thousand tons of citrus fruits in 2014. The state’s citrus chain has different characteristics, consisting mostly of small family-based farms. This study aimed to diagnose the production system used in Rio Grande do Sul, through a structured questionnaire composed of 19 questions of closed and open answers to 163 growers, residents in 35 locations in the RS, belonging to the regions Vales do Caí and Taquari, Alto Taquari, Alto Uruguai, Noroeste, Serra do Nordeste and Fronteira Oeste. The selected locations have the citrus industry as an important activity for the local economy and the number of interviewed farmers varied according to the existing cultivated area in each. The interviewed farmers in each city were selected by non-probability sampling and convenience, and the information obtained was planned, generating quantitative and qualitative data. There were features prevalent in the visited farms, such as aging of the rural population, low level of education of growers, mainly family labor employment and concern about the shortage of work observed in rural areas. However, they presented long experience in the citrus activity and obtain good yields, similar to the average recorded in the State.
 

Keywords

citrus, diagnosis, family farming.

Resumo

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de citros, sendo o Rio Grande do Sul (RS) o sexto maior produtor nacional, com cerca de 505 mil toneladas de frutas cítricas em 2014. A cadeia citrícola gaúcha possui características diferenciadas, constituída em sua maioria por pequenas propriedades de base familiar. O presente estudo objetivou a realização de um diagnóstico do sistema produtivo por meio da aplicação de questionário estruturado composto por 19 questões de resposta aberta e fechada a 163 citricultores, residentes em 35 municípios do RS, pertencentes aos Vales dos Rios Caí e Taquari, Alto Taquari, Alto Uruguai, Noroeste, Serra do Nordeste e Fronteira Oeste. Os municípios selecionados têm a citricultura como atividade de importância para a economia local e o número de entrevistados variou conforme a área cultivada existente em cada um deles. Os entrevistados em cada município foram escolhidos por amostragem não probabilística e por conveniência, sendo as informações obtidas planificadas, gerando dados quantitativos e qualitativos. Verificaram-se características predominantes nas propriedades visitadas, como envelhecimento da população rural, baixa escolaridade dos citricultores, emprego de mão de obra essencialmente familiar e preocupação acerca da escassez de mão de obra observada no meio rural. Contudo, foi constatada grande experiência na atividade citrícola e obtenção de bons rendimentos, semelhantes à média registrada no Estado.

Palavras-chave

citricultura, diagnóstico, agricultura familiar.
59e4af670e88256a2a9aaad7 citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections