Citrus Research & Technology
https://citrusrt.ccsm.br/article/doi/10.4322/crt.ICC028
Citrus Research & Technology
Article

Efficacy of pre-harvest sprays to reduce rind pitting on Benny Valencia orange

Eficácia de pulverizações pré-colheita para reduzir pitting na laranja Benny Valencia

Paul Jacobus Robbertse Cronje, Jacques Louis Ehlers, Fernando Alférez & Karen Inge Theron

Downloads: 3
Views: 1047

Abstract

Post-harvest pitting is a non-chilling related physiological rind disorder that the reduces external quality of various cultivars. The primary cause of post-harvest rind pitting of Valencia orange fruit is unknown, however, incidence thereof is aggravated by a change in post-harvest relative humidity (RH) and rind water status. The incidence of this disorder is erratic due to a wide range of factors influencing fruit susceptibility. Various plant growth regulators were evaluated to reduce the incidence of pitting in Benny Valencia fruit. Pre-harvest foliar sprays were performed in orchards during the 2014-2015 seasons in a complete randomised block design (n=10). The application of 2,4-D (2,4-dichlorophenoxyacetic acid, 10 mg L-1) at 50% petal drop or after physiological fruit drop reduced the incidence of post-harvest rind pitting by 38% and 56%, respectively. Application of s-abscisic acid (s-ABA, 400 mg L_1) (Protone) and thiabendazole (TBZ, 4000 mg L-1) (ICA-TBZ) 14 days before harvest reduced the incidence of this disorder by 43% and 51%, respectively. No negative effects of the foliar sprays in the form of chemical burn or loss of fruit quality were recorded. These results offer a new direction in the possible control of the incidence of this post-harvest physiological disorder by reducing susceptibility prior to harvest.

Keywords

physiological rind disorder, flavedo, auxins, abscisic acid, gibberellic acid, thiabendazole

Resumo

O pitting é um distúbio fisiológico, que ocorre na casca nos frutos de citros, relacionado à falta de refrigeração que reduz a qualidade externa de várias cultivares. A causa primária em frutos de laranja de Valência é desconhecida, no entanto, a incidência é agravada por uma mudança na condição de umidade relativa (UR) pós-colheita e estado da água da casca. A incidência deste transtorno é devido a uma ampla gama de fatores que influenciam a susceptibilidade à fruta. Vários reguladores de crescimento de plantas foram avaliados para reduzir a incidência pitting em frutos de Benny Valência. Realizaram-se pulverizações foliares, em pré-colheita, em pomares durante as safras 2014-2015 em um delineamento de blocos ao acaso completo (n=10). A aplicação de ácido 2,4-D (ácido 2,4-diclorofenoxiacético, 10 mg L-1) a 50% de gota de pétala ou após queda de fruta fisiológica reduziu a incidência de picada de casca pós-colheita em 38% e 56%, respectivamente. A aplicação do ácido s-abscísico (s-ABA, 400 mg L-1) (Protone) e tiabendazol (TBZ, 4000 mg L-1) (ICA-TBZ) 14 dias antes da colheita reduziu a incidência deste transtorno em 43% e 51%, respectivamente. Não foram registrados efeitos negativos das pulverizações foliares sob a forma de fitotoxidez ou perda de qualidade da fruta. Esses resultados oferecem uma nova direção no controle possível da incidência deste transtorno fisiológico em pós-colheita, reduzindo a suscetibilidade antes da colheita.

Palavras-chave

transtorno de causa fisiológica, flavedo, auxinas, ácido abscísico, ácido giberélico, tiabendazol.
5a3cf2be0e8825b87750a572 citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections