Citrus Research & Technology
https://citrusrt.ccsm.br/article/doi/10.4322/crt.17819
Citrus Research & Technology
Revisão

Alternativas de controle de doenças de pós-colheita em citros

Vanessa Santos Moura, Rafael Kupper Moretto, Bianca Ikari Machado & Katia Cristina Kupper

Downloads: 0
Views: 270

Resumo

O Brasil destaca-se como maior produtor de laranja do mundo, exportando 372.380 toneladas dessa fruta na safra 2017/2018. O cultivo de citros é responsável pela criação de mais de 45 mil novos postos de trabalho. Apesar da importância econômica e social da citricultura para o país, o setor vem enfrentando vários problemas fitossanitários que limitam a sua produção, dentre esses, a ocorrência de doenças que ocorrem na fase de pós-colheita. Os bolores verde e azul, causados por Penicillium digitatum e P. italicum, respectivamente, e a podridão azeda, causada por Geotrichum citri-aurantii, são as enfermidades mais importantes, em termos econômicos, pois afetam não só a quantidade, como a qualidade dos frutos cítricos, depreciando-os para o comércio in natura. Considerando as preocupações dos consumidores com o meio ambiente e com a saúde pública, devido ao uso excessivo de fungicidas, além da falta de fungicida registrado para controle da podridão azeda em citros, este estudo teve por objetivo fornecer informações sobre alternativas para o controle de doenças que ocorrem na pós-colheita de frutos cítricos, como o uso de microrganismos antagônicos, produtos naturais e termoterapia. Resultados apresentados neste estudo mostram o potencial dos métodos alternativos de controle, sozinhos ou em combinação, de doenças que ocorrem na pós-colheita de citros.

Palavras-chave

Bacillus spp., leveduras, quitosana, extratos vegetais, termoterapia
5cd4651a0e88254871632f8f citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections