Citrus Research & Technology
https://citrusrt.ccsm.br/article/5964e0370e88257b31082b39
Citrus Research & Technology
Review

Manejo prático da cochonilha ortézia em pomares de citros 

Practical management of orthezia scale in citrus orchards

Sérgio Roberto Benvenga, Santin Gravena, José Luiz da Silva, Nilton Araujo Junior & Luís Carlos Souza Amorim

Downloads: 0
Views: 593

Resumo

A cochonilha ortézia, Praelongorthezia praelonga, é considerada uma praga-chave no sistema de manejo ecológico de pragas dos citros (MEP - Citros) devido a aspectos bioecológicos e a presença de plantas hospedeiras alternativas que exigem a adoção de um conjunto de táticas para o seu manejo ecológico em pomares cítricos. Dentre os aspectos bioecológicos de maior importância para a compreensão das táticas de manejo, destacam-se a presença do ovissaco no corpo das fêmeas e a infestação da praga a partir dos ramos basais e ramos internos, pela migração natural ou introdução acidental. As aplicações de inseticidas químicos, em mistura com biológicos ou em conjunto com inseticidas granulados sistêmicos via solo poderão ser realizadas em função da eclosão de ninfas a partir do ovissaco das fêmeas. A definição do tratamento em focos iniciais ou área total do talhão é estabelecida a partir da análise da dispersão da praga, com ênfase ao manejo de resistência pela técnica da rotação de inseticidas com mecanismos de ação distintos. O conjunto de táticas que antecedem o controle químico são aqui apresentadas para orientação dos citricultores, técnicos e consultores no manejo prático da cochonilha ortézia em pomares.

Palavras-chave

Praelongorthezia praelonga, manejo ecológico, amostragem, controle integrado, manejo de resistência 

Abstract

Praelongorthezia praelonga is a key pest in Citrus IPM programs due to biological and ecological aspects and the presence of alternative host plants that require the adoption of a set of tactics for its management. Among the bio-ecological aspects that make its management difficult, it can be highlighted the female ovisac and infestation from basal and internal branches, through natural migration or accidental introduction. Chemical- and bio-insecticides applied in combination as aerial sprays or chemical insecticide associated with granular systemic insecticide in the soil can be used upon the hatching of the nymphs. The definition of treatment in initial outbreaks or total area is established from the analysis of insect dispersal, with emphasis on resistance management by rotating insecticides with different mechanisms of action. The set of tactics prior to the chemical control is presented for the practical management of orthezia.

Keywords

Praelongorthezia praelonga, ecological pest management, sampling, integrated management, resistance management.
5964e0370e88257b31082b39 citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections